1. capa
  2. Negócios
  3. Economia
  4. Política
  5. Ambiental
  6. Cidades
  7. Opiniões
  8. Cultura
  9. Oportunidades
  10. vídeos

Carne Suína Ganha Espaço nas Festas de Fim de Ano

enviar por email

30/11/2017

Da: Redação*

Com a chegada das festas de fim de ano, uma das preocupações mais recorrentes é ter uma mesa farta para receber a família. Mesmo com a variedade de cardápio, principalmente nessa época do ano, um item saboroso vem se tornando cada vez mais frequente no prato do brasileiro, especialmente durante o Natal e o Réveillon: a carne de porco.
 
De acordo com o nutricionista animal da Quimtia Brasil, José Luiz Schneiders, indústria especializada na produção de insumos para ração animal, a carne suína vem se destacando graças aos seus valores nutricionais e sabor único.
 
“Ela [carne de porco] pode ser consumida sem medo, desde que sejam mantidos os controles e manejos adequados durante a produção animal. Por ser uma carne de alto valor nutritivo, saborosa e saudável, a tendência é que ela ganhe cada vez mais espaço na mesa do consumidor durante as festas”, comenta.
 
Mas afinal, a carne suína é saudável ou não?
Esta pergunta certamente é uma das principais dúvidas que rondam a cabeça dos consumidores, principalmente na hora de escolher a carne a ser comprada para levar à mesa.
 
O especialista ressalta que a carne suína industrial, comercializada atualmente, é nutricionalmente diferente da “carne de porco” produzida há 20 anos. “Hoje em dia os cortes possuem em média 35% menos gordura, 15% menos calorias e taxa de colesterol reduzido em torno de 10%”, ressalta.
 
Os índices levantados por Schneiders evidenciam a constante evolução no processo produtivo dos suínos. Segundo ele, os criadores têm levado em consideração uma alimentação à base de rações balanceadas, que tem como principal objetivo o fornecimento adequado dos nutrientes essenciais para a manutenção do animal e para a produção da carne, sem níveis excessivos.
 
“Hoje a produção suinícola, considerando desde o nascimento dos leitões até o abate dos animais, conta com alta tecnologia, além de manejos sanitários específicos. Portanto, a cadeia produtiva dos suínos garante ao consumidor segurança em adquirir produtos de qualidade e não prejudiciais à saúde”, finaliza o nutricionista.

Carreira: Os 10 Mandamentos de Quem Faz Bicos

Atuar de forma independente no mercado ajuda a complementar a renda, mas nem todos sabem como atrair clientes e profissionalizar o trabalho...


Pesquisa da Deloitte Detalha Uso Exagerado de Smartphones

Oito em cada dez brasileiros que possuem smartphone acabam estourando seus pacotes de dados antes do final do período programado para utilização...


Imóveis Sofreu a Maior Queda Histórica

De acordo com o registrado pelo Índice Fipe Zap, em maio, o preço dos imóveis sofreu a maior queda mensal desde que começou a série histórica, em 2012...


Mais de 21 Milhões de Jovens Desempregados na América Latina

Cerca 21 milhões de jovens estão desempregados na América Latina e o índice de desemprego entre jovens é, em média, três vezes maior do que o verificado entre adultos...


Ministério da Cultura Publica Novas Regras da Lei Rouanet

Foi publicada na última sexta-feira, 1º, no Diário Oficial da União – DOU (agora online), a instrução normativa 4/17, que estabelece uma série de mudanças...


Relator Conclui Voto Sobre Condenação de Lula no Caso do Triplex

O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator do processo que envolve o processo do tríplex no Guarujá em segunda instância...


Ver mais