1. capa
  2. Negócios
  3. Economia
  4. Política
  5. Ambiental
  6. Cidades
  7. Opiniões
  8. Cultura
  9. Oportunidades
  10. vídeos

O Filho é de Vocês! Assumam, Seus Canalhas

enviar por email

23/09/2017

 
Por:  Ricardo Kertzman & Amigos  blogueiros*

 
Rede Globo, Pezão (já que Sérgio Cabral está em cana), Eduardo Paes, Dilma e Lula. São estes os responsáveis pelo caos no Rio de Janeiro. Dois presos, dois processados e dois investigados: Cobrem deles! Há um ano, estes canalhas vendiam a Cidade Maravilhosa como o paraíso na terra. Há um ano, estes canalhas só tinham olhos para a alegria do carioca, a beleza das praias, o bom humor dos nativos, a organização impecável dos Jogos Olímpicos. Há um ano, o ufanismo bocó tapava os olhos e os narizes da nação.

O Rio de Janeiro, ao menos desde a última década, é um engôdo, uma peça publicitária da Rede Globo e de absolutamente todos os últimos governantes que por lá passaram, sobretudo o mega corrupto Sérgio Cabral, cantado em glórias, ao lado do seu ex-secretário de segurança, José Beltrame, como administrador moderno e brilhante.

Onde estão os artistas globais, com camisetas brancas, cantando “lulalá”? Onde estão Chico, Caetano e Gil? Onde está Paloma Duarte e Letícia Sabatella? E o bode cuspidor José Abreu ou a garota-propaganda do PT Camila Pitanga? Onde está William Bonner e suas manchetes verdadeiras como nota de R$ 3? Onde está Dilma Rousseff, a pacificadora dos morros cariocas? Onde está o investigado por corrupção e presidente eterno do COB, Carlos Arthur Nuzman? Aliás, quem se lembra daqueles discursos patéticos durante as cerimônias de abertura e encerramento da Olimpíada de 2016? Onde está o senador Lindinho? E Eduardo Paes, hein? Onde estão todos estes embusteiros que cagam e andam para o povo carioca e apenas se servem dele?

Bilhões de reais ou roubados ou gastos em obras que jamais poderiam ter sido realizadas. Um legado mentiroso, que nunca existiu, mas vendido pelos corruptos e seus interessados — leia-se Rede Globo — como algo que traria benefícios inimagináveis ao Rio e ao Brasil. Lembram-se da festa nas areias de Copacabana, quando o Rio foi anunciado como sede dos Jogos Olímpicos? Lembram-se de Lula, Cabral, Paes, Nuzman e companhia, juntos, pulando de alegria, como macacos primitivos, provavelmente a pensar: “vamos encher as burras”?

Eu tenho nojo dessa gente, destes crápulas. Eu adoro o Rio de Janeiro! É a cidade, ou melhor, a orla mais linda do mundo. A banda boa do seu povo é sensacional. Não há bumbum no universo como o de uma carioca. Nem há mate mais gelado, suco mais gostoso, misto-quente mais caprichado. O Rio que presta é lindo, sim, mas o que não presta é fétido como o mais sombrio dos pântanos gosmentos.

O Rio, os cariocas e o Brasil não merecem o que esta gente imunda fez — e faz — conosco, com todos que vivem ou que amam a Cidade Maravilhosa. Pobre Rio de Janeiro: tão perto de Cristo e tão longe de Deus!

 

Rose Articulou R$ 121 Milhões Para o Espírito Santo em 2017

A senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) destravou, após articulações em Brasília, o total de R$ 121 milhões para o Espírito Santo em 2017...


A Cada 25 Horas Uma Pessoa LGBTI+ Morre no País

De acordo com um levantamento feito pela Associação Internacional de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgêneros e Intersexuais, o Brasil ocupa o primeiro lugar na quantidade de...


Municípios Chamados no Plano de Combate a Mortes e Lesões no Trânsito

A cada dez minutos, uma pessoa morre vítima de acidente de trânsito no Brasil. A cada um minuto, outra vítima sofre seqüelas físicas depois de se envolver em um desses acidentes...