1. capa
  2. Negócios
  3. Economia
  4. Política
  5. Ambiental
  6. Cidades
  7. Opiniões
  8. Cultura
  9. Oportunidades
  10. vídeos

Ministério da Cultura Publica Novas Regras da Lei Rouanet

enviar por email

04/12/2017

Da: Redação*

Foi publicada na última sexta-feira, 1º, no Diário Oficial da União – DOU (agora online), a instrução normativa 4/17, que estabelece uma série de mudanças na utilização dos benefícios fiscais culturais no âmbito da lei Rouanet. De acordo com o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, as mudanças visam desburocratizar a lei. "Ela ficará mais simples, transparente, adequada à realidade do mercado e com controles mais eficientes."

A lei foi criada em 1991 para incentivar a produção cultural por meio de incentivos fiscais. Dos 136 artigos iniciais, ficarão apenas 73. Entre as mudanças mais significativas está o ajuste de teto da remuneração do proponente, que antes era limitado a 20% do valor total do custo do projeto e agora será limitado a 50%. Os serviços realizados por cônjuge, companheiro, parentes em linha direta ou colateral até o segundo grau, parentes com vínculo de afinidade com o proponente e em empresa coligada que tenha sócio em comum estarão inseridos nesse teto.

Dentre as novidades também está a possibilidade de o incentivador do projeto promover sua marca com ações de marketing, o que antes era considerado vantagem indevida. Serão permitidas as práticas, como veiculação de logo ou nome do incentivador em peças de divulgação e fornecimento de produtos ou serviços do incentivador ao projeto cultural, desde que realizadas de comum acordo entre incentivadores e proponentes.

As novas regras permitem ainda o incentivo ao investimento em regiões estados com histórico de poucos projetos culturais. Além das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, que já estão contempladas na norma anterior, passarão a ser contempladas a Região Sul e os estados de Minas Gerais, que terão os valores aumentados em relação a São Paulo e Rio de Janeiro.

A Instrução Normativa atende a um pleito do mercado cultural, decorrente da excessiva limitação da Instrução Normativa 1/17, publicada no início do ano, e deve atrair mais investimentos à área cultural.
  

Teatro da Vertigem Chega à Capital Capixaba

Após passar por Recife e Salvador, o projeto Kafka na Estrada – um projeto de viagem, do Teatro da Vertigem, chega a Vitória para temporada inédita...


Victor Frond – 1860: Uma Aventura Fotográfica pelo Itinerário de D. Pedro II na Província do Espírito Santo

O pesquisador Cilmar Franceschetto, lança no próximo 01 junho, no Museu da Vale, em Vila Velha, o livro Victor Frond – 1860: uma aventura fotográfica pelo itinerário de D. Pedro II na Província do Espírito Santo...


Escoteiros no Cinema

É notoriamente reconhecido em todo o mundo do cinema a verve ácida de Chris Rock. Se o chamaram para a cerimônia de apresentação do Oscar 2016...


Mais de 21 Milhões de Jovens Desempregados na América Latina

Cerca 21 milhões de jovens estão desempregados na América Latina e o índice de desemprego entre jovens é, em média, três vezes maior do que o verificado entre adultos...


Ministério da Cultura Publica Novas Regras da Lei Rouanet

Foi publicada na última sexta-feira, 1º, no Diário Oficial da União – DOU (agora online), a instrução normativa 4/17, que estabelece uma série de mudanças...


Relator Conclui Voto Sobre Condenação de Lula no Caso do Triplex

O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator do processo que envolve o processo do tríplex no Guarujá em segunda instância...


Ver mais