1. capa
  2. Negócios
  3. Economia
  4. Política
  5. Ambiental
  6. Cidades
  7. Opiniões
  8. Cultura
  9. Oportunidades
  10. vídeos

Associaçao Nikkei Realiza 48º Festival de Culinária Japonesa

enviar por email

23/05/2017 - por Paulo César Dutra




A Associação Nikkei de Vitória realiza no próximo sábado (27), das 18 às 22 horas, o 48º Festival de Culinária Japonesa. O Yakisoba, o Tempurá, o Sushi, o Sashimi e o Guioza são os pratos mais conhecidos dos capixabas que vão estar no cardápio.  
O evento acontece na sede da entidade próximo ao Parque Pedra da Cebola, na Rua João Nunes Coelho, 244, no bairro de Mata da Praia, em Vitória, Capital do Estado do Espírito Santo, no Brasil. A entrada será pelo estacionamento do Parque da Pedra da Cebola.

Durante o festival acontece  Obon ( お盆 ) ou Bon ( 盆 ) é uma das mais importantes tradições budistas no Japão, quando ocorre o Bon Odori (dança folclórica) com a participação de todos vestidos de quimono e usando tamanco de madeira,  embalados ao som dos tambores taiko. As pessoas acreditam que os espíritos de seus ancestrais voltam para suas casas neste período para se reunir com sua família durante o Obon. Por isto, de acordo com o folclore japonês, é chamado de dia dos mortos (dia de finados).
 
O evento é realizado pela Associação Nikkei e já existe há mais de 40 anos. Um dos motivos da realização é a arrecadação de fundos para manter a sede da Associação. O festival já é tradicional  aqui no Estado e com ele a entidade consegue ajuda para manter a sede. Muitas pessoas participam e p público a cada edição é de mais ou menos 500 ou 600 pessoas durante o evento, 
 
Budismo: Curiosidades Folclóricas
 

No Brasil também é comum ter o Obon Matsuri, assim como as danças Bon Odori e Tooro Nagashi, nas cidades onde se concentram comunidades nipo-brasileiras. Essa festa se assemelha ao dia dos Finados no Brasil, e é também chamada de Festival dos Mortos ou Festival de Verão.

A letra da música
Tanko Bushi
Bon Odori
 
Tsukiga-deta deta-tsukiga-deta a yoi yoi
Uchi no oyama no-ueni-deta
Anmari entotsuga-takai-node (a yoisho)
sa-zoya otsukisan- kemuta-karo sano yoi yoi

Hitoyama futayama miyama koe a yoi yoi
okuni saitaru-yaetsu-baki
na-n-bo iroyo-ku saita-tote (yoisho)
samachan- kayowanya mudano- hana sano yoi yoi

Mogura- hi no me wa nigate- dana a yoi yoi
yama no oira wa- ikina - mono
shi-ki o deru no o machika-nete
ka-wai- ano ko- ga sode o - hiku sano yoi yoi

Anataga sonokide yuno-nara a yoi yoi
Omoikirima-su wakare-masu
motono musume-no juhachi-ni (yoisho)
kaeshite kureta-ra wakare-masu sano yoi yoi

O-mae sakiyama shigoto- nara a yoi yoi
watasha sentan- ondo-tori
kuro- suru ki-to saseru- ki yo
uta de noroke-te tomoka-segi sano yoi yoi


Festivais de Verão – Bon Odori e Tooro Nagashi
Obon ( お盆 ) ou Bon ( 盆 ) é uma das mais importantes tradições budistas no Japão. As pessoas acreditam que os espíritos de seus ancestrais voltam para suas casas para se reunir com sua família durante o Obon. Por esta razão, essa data é um momento onde as famílias se reúnem ou retornam para suas cidades natais.
Antigamente o Obon em qualquer lugar era comemorado no dia 15 de julho, mas hoje em dia, ele é comemorado em diferentes datas em diferentes regiões do Japão. Mas na grande maioria das regiões, Obon é celebrado em torno do dia 15 de agosto e normalmente, começa dia 13 e termina no dia 16 de agosto.
Nessa data, os japoneses limpam suas casas e túmulos dos seus antepassados e também colocam uma variedade de oferendas de alimentos como legumes e frutas para os espíritos, em frente a um altar budista ( Butsudan ). Podem também ser colocado arranjos de flores e lanternas. 
No primeiro dia de Obon, lanternas são acesas dentro das casas, e as pessoas vão até onde fica os túmulos da família para chamar os espíritos de seus ancestrais de volta para casa. Esse ritual é chamado de Mukae bon. Em algumas regiões, os fogos chamado mukae-bi são acesas nas entradas das casas para guiar os espíritos.
No último dia, as pessoas trazem os espíritos dos ancestrais de volta para o túmulo, com lanternas pintadas com o brasão da família para guiar os espíritos. Esse ritual se chama Okuri bon. Durante Obon, é normal sentir o cheiro intenso de Senko (incensos japoneses), vindo das casas japonesas e cemitérios.
Tooro Nagashi e Bon Odori
O Tooro Nagashi (lanternas flutuantes) é uma tradição durante o Obon. As pessoas colocam lanternas feitas de papel, iluminada por uma vela, nas águas de um rio, para que flutuem até o oceano. É um espetáculo muito bonito de se ver! 
Além disso, Bon Odori (dança folclórica) é amplamente praticado nas noites de Obon, embalado ao som dos tambores taiko. Existem diversos estilos de dança que variam de região para região. As danças de Obon Odori , são realizadas em locais como parques, jardins, santuários ou templos. A maioria das pessoas vestem yukata (quimono de verão).
Obon não é um feriado nacional japonês , mas muitas pessoas tiram férias durante este tempo, para que possam visitar suas cidades natais. Nessa época, aeroportos, estações de trem e rodovias estão cheias de viajantes. 
 

A lenda Hyldon e Cirinho do Rio Doce juntos em Linhares

O baiano radicado no Rio de Janeiro, Hyldon de Souza Silva, o Hyldon, consagrado cantor e compositor da MPB com os sucessos das músicas...


Ilha da Madeira: Descubra Cenários Fascinantes nas Águas do Atlântico

Situada em meio à imensidão do Oceano Atlântico, a Ilha da Madeira possui um litoral rico e com exuberante fauna, pronto para ser descoberto por seus visitantes...


Livro e Exposição Celebram 40 Anos de Carreira de Ronaldo Barbosa

O encontro da arte e do design e a capacidade de fazer conexões culturais entre o Brasil e o mundo são algumas marcas do trabalho de Ronaldo Barbosa...


Teatro da Vertigem Chega à Capital Capixaba

Após passar por Recife e Salvador, o projeto Kafka na Estrada – um projeto de viagem, do Teatro da Vertigem, chega a Vitória para temporada inédita...


Ver mais