1. capa
  2. Negócios
  3. Economia
  4. Política
  5. Ambiental
  6. Cidades
  7. Opiniões
  8. Cultura
  9. Oportunidades
  10. vídeos

Piraquê Cresce no Espírito Santo

enviar por email

17/09/2017

Da: Redação*

  A Piraquê – uma das mais conhecidas fabricantes de biscoitos, massas e refrescos do país, há mais de 65 anos e líder do mercado em biscoitos amanteigados e maisena – pretende ampliar seus horizontes rumo aos estados do Espírito Santo, Bahia, São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Para dar suporte a este crescimento, a empresa inaugurou uma segunda unidade em janeiro de 2016, no Distrito Industrial de Queimados, na Baixada Fluminense do Rio. Atualmente, a companhia conta com mais de 4 mil colaboradores, além de centenas de vendedores posicionados estrategicamente por todo o Brasil. Seu novo centro de distribuição, totalmente automatizado, possibilitou o crescimento de 30% em sua produção e tem a capacidade de dobrar a distribuição.
 
O complexo industrial, em Madureira, no Rio de Janeiro, permanece funcionando e abrigando a sede administrativa da empresa. Alexandre Colombo, diretor de Marketing da Piraquê, está bastante otimista e comemora a nova fase e o plano de expansão da empresa. Segundo o executivo, o faturamento no período 2015/16 teve um aumento de 10% e o mesmo deverá acontecer em 2017.  
 
Além de uma nova fábrica, a Piraquê lançou a linha Natur com quatro tipos de biscoitos – sabores aveia e mel, maçã e canela, cacau e cereal e multigrãos - que visam a saudabilidade de seus clientes. “O investimento em uma linha mais saudável faz parte da estratégia da instituição de ampliar e dialogar com outros públicos”, comenta Alexandre Colombo. Ele informa ainda que a grande novidade deste inverno está sendo o lançamento do Piralokos! – tradicional biscoito de leite maltado mais conhecido como biscoito da “vaquinha” que é coberto com chocolate cujo seu sabor é extremamente marcante, ideal para o consumo na estação. A iguaria é sazonal e pretende atrair o gosto do público adolescente/jovem. 
 
Os produtos com qualidade e bem tradicionais nos lares das famílias brasileiras - como aperitivos, doces amanteigados, secos, recheados, rosquinhas, salgados, wafers, wafers premium, cookies e linha Sítio, além de suas batatas fritas, refrescos e massas aldente, com ovos, grandur, linha Sítio e semolina - continuam nas gôndolas das grandes redes supermercadistas e estabelecimentos comerciais no geral.
   
Fundaçao da Piraquê
 
A Piraquê faz 67 anos este mês (setembro) e quem viu a fábrica do Rio de Janeiro no início da década 50 não imaginava que, hoje, ela teria mais de 4 mil associados. Atualmente, toda a sua produção de biscoitos e massas é controlada por computadores. A alta tecnologia também é uma preocupação no laboratório de controle de qualidade, desde a matéria prima até o produto final. Toda essa infraestrutura tem como objetivo garantir que seus itens cheguem fresquinhos a milhares de postos de venda em todo o Brasil. 
 

Frota Das Sucroalcooleiras Pode Substituir Diesel Por Etanol no Brasil

A proposta, que será debatida pelo INEE - Instituto Nacional de Eficiência Energética - no IV Seminário Sobre Etanol Eficiente...


O Brasil Está Alimentando Mais de Um Bilhão de Pessoas!

A produção de grãos do Brasil é superior a uma tonelada por habitante (dados finais de 2015), sendo que um resultado abaixo de 250 kg/pessoa/ano significa insegurança alimentar e implica importar alimentos...


Evair Amplia Prazo de Renegociação Das Dívidas de Crédito Agropecuário

Após o encaminhamento junto ao Ministério da Fazenda, para permitir que os produtores rurais do Espírito Santo, que tiveram prejuízos em decorrência da estiagem e seca prolongadas...


Teatro da Vertigem Chega à Capital Capixaba

Após passar por Recife e Salvador, o projeto Kafka na Estrada – um projeto de viagem, do Teatro da Vertigem, chega a Vitória para temporada inédita...


Ver mais