1. capa
  2. Negócios
  3. Economia
  4. Política
  5. Ambiental
  6. Cidades
  7. Opiniões
  8. Cultura
  9. Oportunidades
  10. vídeos

Obesidade Saudável Existe?

enviar por email

05/10/2017

Por: Salma Ali El Chab Parolin*
 

A obesidade é conhecida como um acúmulo anormal ou excessivo de gordura corporal que representa um risco para a saúde, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). E quais seriam esses perigos?  Seriam as doenças cardiovasculares, tais como infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, hipertensão Arterial, diabetes do tipo 2, doenças hepáticas e vários tipos de câncer. Temos aproximadamente 80 mil óbitos ao ano devido à obesidade e suas complicações. Dados recentes mostram que mais de 50% da população de Curitiba tem excesso de peso.
Ela é considerada uma doença inflamatória crônica, produz citocinas, que são proteínas que regulam o crescimento e atividade de células imunes responsáveis pela inflamação. Este estado eleva o risco de desenvolvimento de doenças debilitantes, como as citadas anteriormente.
Um estudo dinamarquês recente demonstrou que, mesmo indivíduos obesos e saudáveis metabolicamente (com HDL, triglicerídeos, glicemia e pressão normais) apresentam maior propensão ao desenvolvimento dessas patologias quando comparados com a população de peso normal e saudável. Isso seria consequência dessa reação inflamatória crônica provocada pela obesidade, que leva a um envelhecimento precoce das células.
Com o envelhecimento há uma diminuição da função física de todos os indivíduos. Porém, a população obesa e saudável mostrou uma piora da mesma e também apresentou mais dor corporal em comparação aos adultos com peso normal. A importância dessa constatação é que o exercício físico controla, de forma direta, os processos inflamatórios e a diminuição da realização dos mesmos elevaria o risco de doenças mais graves.
A conclusão a que se chega é que a obesidade, por si só, independente dos exames bioquímicos apresentados pelo indivíduo, é uma ameaça para o desenvolvimento de doenças que geram uma diminuição de qualidade de vida e aumento da mortalidade da população mundial. Portanto não existe obeso saudável. Essa condição pode mudar a qualquer momento, assim o excesso de peso corporal tem de ser evitado e tratado sempre.
*Médica endocrinologista, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM-PR) e professora da Escola de Medicina da PUC-PR

SERVIÇO
Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Paraná | SBEM-PR - E-mail: sbempr@endocrino.org.br

Prefeitura de Viana Inaugura Horta Comunitária em Areinha

No Dia Mundial da Alimentação, os moradores de Areinha, no município de Viana, ganharam uma horta comunitária, passando a ter acesso a alimentos frescos diretamente da horta e tudo de graça...


TJES Elege o Desembargador Sérgio Gama Para Presidir o Poder Judiciário

Desembargadores Ney Coutinho, Sérgio Gama, Samuel Brasil e Carlos Simões. (divulgação)


Diante do Corpo de Che Guevara

Em 10 de outubro de 1967, o corpo do guerrilheiro argentino Ernesto "Che" Guevara foi exposto, um dia depois da sua morte, em um necrotério improvisado em Valle Grande, sul da Bolívia, onde ele tentava lançar uma revolução...


Teatro da Vertigem Chega à Capital Capixaba

Após passar por Recife e Salvador, o projeto Kafka na Estrada – um projeto de viagem, do Teatro da Vertigem, chega a Vitória para temporada inédita...


Ver mais