1. capa
  2. Negócios
  3. Economia
  4. Política
  5. Ambiental
  6. Cidades
  7. Opiniões
  8. Cultura
  9. Oportunidades
  10. vídeos

Os Obstáculos do PT Para Conseguir Sucessor para Lula

enviar por email

07/02/2018

Por: Paulo Lopes* 

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT-SP) protagonizou a primeira montanha russa das eleições de 2018. Líder absoluto das pesquisas de intenção de voto e condenado em segunda instância no pelo caso do tríplex, o petista se enquadra na Lei da Ficha Limpa e pode ter sua candidatura inviabilizada. Ainda cabem recursos em instâncias superiores, mas sua candidatura torna-se cada vez mais difícil.

A estratégia pública do PT é apostar todas as fichas em Lula. Em entrevista ao Yahoo, o deputado Paulo Teixeira declara que o partido vai “manter sua candidatura e recorrer até a última instância para que ele seja absolvido. Evidentemente que se ganharmos os recursos, ele será o nosso candidato. Só pensaremos em outra hipótese depois da análise final do poder judiciário. Tanto Fernando Haddad quanto Jaques Wagner são grandes nomes, de vencedores, mas hoje nosso a, b, c até z é o Lula”.

Findos os prazos e esgotados os recursos, o partido pretende lançar um novo nome que surfe na onda da popularidade do ex-presidente e herde os 37% das intenções de voto. Uma cartada semelhante, porém mais ousada, do que as indicações de Dilma Rousseff para a presidência, em 2010 e 2014, e de Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo, em 2012 e 2016. Mas esta estratégia esbarra em algumas dificuldades. 

Em entrevista ao Yahoo, o professor do departamento de sociologia da USP, Ricardo Musse, elencou os entraves do partido nestas eleições: A coligação de partidos é um fator fundamental para o desempenho de um candidato. Em 2014, a coligação que elegeu Dilma Rousseff à Presidência era composta por nove partidos: PT, PMDB, PSD, PP, PR, PROS, PDT, PCdoB e PRB. Com o impeachment e o rompimento do PT com alguns partidos, as coisas mudaram.

O deputado Paulo Teixeira revelou que o partido tem mantido conversas com PCdoB, PDT, PSB e Psol. No entanto, todos esses partidos possuem ou sondam candidaturas próprias. Para Musse, a dificuldade do PT em fazer coligação existe “basicamente pelo fato de não ter um candidato definido. Então, os partidos estão esperando essa confirmação. Acho difícil ter essa parceria com o PDT porque a candidatura de Ciro está bastante alavancada. Se a Manuela mantiver os índices, é provável que o PCdoB, histórico aliado do Partido dos Trabalhadores, desista de sua candidatura”, disse ele.

 

Ex-Juiz do Caso Eike é Condenado a 52 Anos de Prisão

O juiz Flávio Roberto de Souza, que foi flagrado dirigindo o Porsche apreendido de Eike Batista em fevereiro de 2015, foi condenado entre esta segunda-feira ...


Ossada de Desaparecido Político da Ditadura Em 1971 é Identificada

As ossadas do paulista Dimas Antônio Casemiro, torturado e morto pela ditadura em 1971, foram identificadas neste mês, quase 50 anos depois...


STF Determina Transferência de Travestis Para Presídio Feminino

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso determinou que duas detentas, que se identificam como travestis, sejam transferidas para um estabelecimento prisional feminino...


ONU Estima Que Mais de 1 Milhão Deixou Venezuela Nos Últimos 3 Anos

O Alto-Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) que acompanha a situação da Venezuela estima que mais de 1 milhão de venezuelanos já deixaram o país e 110 mil pediram refúgio...


Gilmar, Toffoli, Lewandowski e Fux Na Mira Dos Pedidos De Impeachment

Da onda de pedidos de impeachment de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) no Senado Federal iniciada em 2016, quatro solicitações ainda estão em tramitação...


Mais De 20 Nomes Sonham Em Conquistar a Presidência

Além de políticos tradicionais, o pleito de outubro de 2018 deve ter caras novas como apresentadores de TV, banqueiros, um líder sem-teto, um cabo bombeiro e até um cirurgião plástico...


Ver mais